Petição n.º 0226/2019, apresentada por S. L. K., de nacionalidade búlgara, em nome da empresa S.K.L. Trans, sobre os controlos dos tempos de descanso realizados pelas autoridades francesas a um transportador búlgaro  
Dados da petição  

0226/2019

Título da síntese: Petição n.º 0226/2019, apresentada por S. L. K., de nacionalidade búlgara, em nome da empresa S.K.L. Trans, sobre os controlos dos tempos de descanso realizados pelas autoridades francesas a um transportador búlgaro

Número da petição: 0226/2019

Assuntos: Mercado interno - Livre circulação de bens e serviços

País: Bulgária,  União Europeia

Dados do peticionário  

Nome: E. P.

Síntese da petição  

O peticionário, que representa uma empresa de transportes búlgara, queixa-se dos controlos efetuados pelas autoridades nacionais francesas às faturas de hotel dos condutores dos camiões, bem como da aplicação de elevadas coimas por não as fornecerem. O peticionário salienta que foram efetuados controlos exaustivos aos camionistas da Europa Oriental e Central e argumenta que os condutores não podem ser penalizados por não guardarem todas as faturas de hotel. Em muitos casos, os condutores recorrem a locais de descanso diferentes (como a plataforma Airbnb ou a casa de um amigo), pelo que não podem apresentar faturas. Na opinião do peticionário, o controlo e a penalização são uma discriminação, constituem uma violação do artigo 21.º da Carta dos Direitos Fundamentais da UE sobre a não discriminação e violam os direitos dos cidadãos de liberdade de trabalhar e prestar serviços em toda a UE.



Related information