Petição n.º 0810/2018 , apresentada por P.A.V., de nacionalidade búlgara, sobre a legalidade do artigo 417.º do Código de Processo Civil búlgaro e da alegada violação dos direitos dos consumidores nos procedimentos de injunção de pagamento na Bulgária  
Dados da petição  

0810/2018

Título da síntese: Petição n.º 0810/2018 , apresentada por P.A.V., de nacionalidade búlgara, sobre a legalidade do artigo 417.º do Código de Processo Civil búlgaro e da alegada violação dos direitos dos consumidores nos procedimentos de injunção de pagamento na Bulgária

Número da petição: 0810/2018

Assuntos: Direitos do Consumidor

País: Bulgária

Dados do peticionário  

Nome: E. P.

Síntese da petição  

O peticionário solicita a realização de um inquérito às ações de um oficial de justiça nos termos do artigo 417.º do Código de Processo Civil búlgaro, que considera ilegais, e a instauração de um processo disciplinar bem como o estabelecimento da responsabilidade penal desse oficial de justiça. O Parlamento Europeu recebeu várias queixas sobre esta questão de outros cidadãos búlgaros, alegando que os processos judiciais búlgaros ao abrigo do artigo 417.º do Código de Processo Civil búlgaro são unilaterais e que os consumidores não têm a possibilidade de se defender em tribunal, onde as decisões se baseiam inteiramente nas alegações do mutuante sobre a existência e o montante do empréstimo. O peticionário sugere ainda que o Parlamento exerça o seu direito de iniciativa indireta em relação ao artigo 435.º, n.º 2, do Código de Processo Civil búlgaro. O peticionário alega que o oficial de justiça abusou dos seus direitos de propriedade e tem desrespeitado a lei e a prática do Supremo Tribunal da Bulgária.

Related information